fbpx

Quem é Lilo Rodrigues?

Olá, eu sou o Lilo Rodrigues, autor do livro “Sua Vida em Meus Sonhos” e atualmente em processo de finalização do meu segundo e terceiro livros ‐ sim, serão dois livros a serem lançados ‐ também já fui técnico em mecânica e atualmente trabalho na área de TI, mais especificamente desenvolvendo web sites.

Mas quando nasceu realmente o Lilo Rodrigues, a ideia do blog e tudo o que você vê e lê atualmente?

Há uns 20 anos eu comecei a estudar religiões e seus diversos ensinamentos. Sempre gostei de heavy metal e as pessoas criticavam esse gosto falando que era música do capeta.
Decidi então pesquisar letras, contextos mais profundos e encontrei um universo de informações que contradiziam tais acusações de ser a música do capeta.

Foi aí que comecei a unir o pouco que sabia de religiões com meu gosto musical e me aprofundei em espiritualidade.

Fui diagnosticado com depressão aos 23 anos de idade. Não foi necessário o uso de medicamentos, descobri isso por acaso, a recepcionista do consultório da psicóloga esqueceu minha ficha sobre a mesa e fui fuçar, descobrindo o diagnóstico. Por algum motivo a psicóloga não me disse o que eu tinha, só que teria que fazer algumas seções. Não revelei isso para ninguém, nem pra minha família.

É impressionante como uma pessoa pode sofrer de depressão e as pessoas em volta nem desconfiarem. O fato é que eu não saia com os amigos, aliás já nem tinha mais amigos pra sair e não tinha relacionamentos.
Mas era alguém muito dedicado, estudava inglês, espanhol, curso de web design, fazia musculação, natação e pedalava.

Sim, eu me ocupava, mas era um vazio tão grande o que eu sentia dentro de mim, que nada disso me preenchia. Era só uma tristeza que crescia.

Aprendi sobre protestantismo, catolicismo, espiritismo, frequentei grupos de ensinamentos de Osho e Xamanismo. Fui aprender sobre projeção astral, pois fazia isso desde os 12 anos de idade sem saber do que se tratava.

Resumindo, passei 3 anos numa depressão leve, aquelas tristezas que vem e vão e uma certa vontade de morrer às vezes. Me colocava em situações de risco. Não tentava me matar, mas facilitava para que isso acontecesse.

Anos mais tarde arrumei uma namorada, me casei, parecia tudo bem, estava ótimo. Mais alguns anos se passaram e reencontrei amigos do meu passado, quando adolescente.

Nessa época eu tinha vários planos e pretendia escrever um livro contanto minha história, desde quando era adolescente e os tempos mágicos que vivi nessa época. Aqueles amigos me fizeram sentir nas nuvens novamente.

Se a depressão passou? Claro que não! Ela estava lá em algum lugar.

Muitas coisas aconteceram e esses tais amigos, mostraram não ser tão amigos assim. Me vi envolvido em fofocas, intrigas e numa sociedade nociva em todos os aspectos.

Tive uma crise de depressão profunda. Perdi mais de 10 quilos em um mês, chorava dia e noite sem parar. Minha esposa nada podia fazer. Fui até o fundo do poço sob todos os aspectos emocionais que puder imaginar e ainda cavei mais fundo que isso.

Perdi meu tio, meu pai, meu irmão e outros entes e amigos queridos. As pessoas à minha volta, até desconhecidos, vinham me “ajudar”, desde que eu os pagasse. Perdi minha vida, perdi trabalhos, clientes, briguei com muita gente, me afundei em dívidas.

Foi aí que resolvi me levantar. Foi aí que renasci como Lilo Rodrigues. Levei anos para me livrar do sentimento de mágoa e raiva com relação aos tais amigos, fui me recuperando financeiramente e o processo ainda não terminou, mas buraco sem fundo já não há, pois tive que aprender a voar.

Ainda bem que fiz isso!

Entendi que eu atrai tudo isso para minha vida por uma série de fatores (ego e medo eram dois deles). Aprendi que eu amaldiçoava meu dinheiro e me sentia inferior às outras pessoas. Tive que aprender a me amar de verdade.

Li muito sobre o Budismo, pois vira e mexe alguém me pergunta se sou budista, mas não sou. Estudei Reiki (que é um método terapêutico usado inclusive em hospitais), conheci a tal apometria estelar ou cósmica e aprendi a me estudar e estudar o comportamento humano.

Se escrevi um livro sobre minha história?
Não! Preferi fragmentar meus conhecimentos e experiências com os de outras pessoas, que já deram assunto para “Sua Vida em Meus Sonhos” e outros 2 livros ainda não lançados. Estamos falando aqui de mais de 1000 páginas. E posso te garantir não cheguei nem perto de contar tudo que vi e vivi.

Deixei a ideia de espiritualidade de lado, cheguei num ponto onde isso não me respondia mais nada. A vida era a resposta, o aqui e agora eram os meios.

Tirei meu chão e aqui estou!

Se eu consegui é claro que você também consegue!

Nesse momento “Sua Vida em Meus Sonhos” já foi lido por mais de 6000 pessoas em pouco mais de 3 meses do lançamento. Num único dia o livro foi baixado mais de 700 vezes no Kindle da Amazon e ninguém sabia quem é Lilo Rodrigues.

Se eu ainda tenho depressão? Se a curei?
Confira meus posts no Instagram, leia meu livro caso ainda não tenha lido. Os textos mais inspirados e inspiradores foram escritos à base de muita emoção e lágrimas. A depressão não é o inimigo, inimigo é aquilo que você faz com ela. Eu a transformei num canal que abre minha sensibilidade e motiva as pessoas a vencer. Potencializei a capacidade de curar ao invés de me achar inútil. Criei a atmosfera que me permite sentir o sentimento de alguém seja felicidade, empolgação, tristeza ou até tesão. Eu sinto, eu co-crio e transmito.

E, de repente, não era mais depressão, era eu falando diretamente com o Universo, só que do meu jeito!

Dito isso…

Muito prazer, eu sou Lilo Rodrigues, uma alma escrevendo para outra alma!